Aliança do Yoga

Este Centro possui Professores Filiados na Aliança do Yoga

Textos

O Rastro de Cada Um - Cuide da Natureza

O RASTRO DE CADA UM

Mesmo com bilhões de pessoas vivendo em condições miseráveis e consumindo pouco, gastamos os recursos naturais em uma velocidade 20% mais rápida do que eles se renovam. Como não dá para aumentar o tamanho da Terra e a colonização de outros planetas é uma possibilidade remota, a escassez de recursos só vai piorar. Saiba como diminuir seu estrago.

Desligue a tomada
O chuveiro elétrico e o ferro de passar são dois dos maiores consumidores de eletricidade. Se cada pessoa reduzir a ducha diária de 12 para seis minutos, economizará energia para manter uma lâmpada acesa por sete horas. Se um milhão de famílias fizer o mesmo, a economia diária será equivalente à potência prevista de Angra 3, tornando desnecessária a construção da usina nuclear.

Feche a torneira
Cada vez que você e mais seis amigos fecham a torneira ao escovar os dentes, economizam cerca de 122 litros de água tratada. Isso é suficiente para atender às necessidades diárias de uma criança. Um banho de dez minutos gasta, em média, 160 litros de água. Mas você pode tentar diminuir esse tempo fechando o chuveiro para se ensaboar ou lavar os cabelos. Só com esse gesto, economizará em um ano cerca de 30 mil litros de água. Se 50 mil famílias imitarem você, a água economizada em um ano será equivalente ao consumo anual de uma cidade como Búzios (RJ).

Vá a pé
Se carros e indústrias continuarem a queimar combustíveis fósseis no ritmo atual, a temperatura média do planeta poderá aumentar em até 5ºC nos próximos 50 anos. Em São Paulo, o ar contaminado por veículos mata até 300 pessoas por ano por doenças respiratórias. Quem deixa o carro na garagem uma vez por semana (considerando um percurso diário de 40km), em um ano terá deixado de lançar na atmosfera o trabalho de fotossíntese de 71 eucaliptos. Dê preferência ao transporte público, à bicicleta ou às caminhadas.

De olho no desperdício
O ideal é evitar na origem que o lixo é produzido. Você pode mudar suas atitudes de consumo, reduzindo suas compras, recusando embalagens desnecessárias, comprando produtos com refil e reaproveitando sobras de comida. Em média, cada brasileiro produz diariamente 500g de lixo, podendo chegar a 1kg, dependendo do poder aquisitivo e do local onde se vive. No total, o Brasil produz cerca de 230 mil toneladas de lixo por dia, o que equivale a duas filas de caminhões de lixo de cinco toneladas, ocupando o espaço de dez pontes Rio-Niterói.

A comida é sagrada
Uma família de classe média desperdiça 500g de comida por dia. Se 500 mil famílias diminuírem pela metade a quantidade de alimentos jogados fora, 45 mil toneladas de comida deixarão de ir para o lixo a cada ano, o suficiente para alimentar 250 mil pessoas pelo mesmo período. Planeje suas compras, evite comprar alimentos em excesso e reaproveite cascas e outras sobras. Se tiver um quintal, instale uma composteira, que transforma restos orgânicos em adubo.

Não jogue fora
No trabalho, por exemplo, em vez de usar vários copinhos de plástico, use apenas um para o dia inteiro. Ou utilize uma garrafinha plástica, que pode ser preenchida com água várias vezes. Na hora de imprimir um documento, certifique-se de que ele está do jeito que você quer. Isso evita reimprimi-lo e jogar papel fora. Assim, você evita a derrubada de árvores e ainda economiza água. Para se produzir um quilo de papel são necessários 540 litros de água. Uma empresa que gaste 100 pacotes de 500 folhas por mês gasta, indiretamente, 128 mil litros de água. Se a metade do papel for utilizada dos dois lados, o consumo de papel cairia 25%. Se 20 empresas do mesmo porte aderirem a esta prática, em um ano economizariam água suficiente para encher três piscinas olímpicas.

Recicle o lixo
Separe o lixo para reciclagem. Papel, vidro, metal e plástico representam 38% do peso total dos resíduos gerados. Sua coleta mobiliza mais de 200 mil pessoas no país, gerando uma fonte de renda para milhares de pessoas. A reciclagem de uma única latinha de alumínio economiza energia suficiente para manter acesa uma lâmpada de 100W durante 3,5 horas. Cada quilo de vidro (equivalente a uma garrafa de cerveja de 600ml vazia) que você recicla, evita a mineração de 1,3 kg de areia, prática de alto impacto ambiental.

Reutilize o papel
Embalagens de papel, envelopes e folhas podem ser usadas na frente e no verso. Cada tonelada de papel economizada preserva cerca de 15 árvores. Se 20% dos consumidores brasileiros decidirem usar racionalmente o papel e baixarem em 1/4 o seu consumo, a cada mês deixarão de ser utilizados 95 hectares de florestas, o equivalente a 116 campos de futebol.

Encha de novo
Procure comprar produtos de limpeza, de higiene e de beleza com refil. Leve sua própria sacola para fazer compras. Se tiver que usar sacolas de plástico no supermercado, reutilize-as como saco de lixo. Ao reduzir o consumo de embalagens de plástico, você evita o consumo de petróleo. Cada quilo de plástico precisa de 2,5 litros de petróleo para ser fabricado. O Brasil recicla 17,5% do plástico rígido e filme, o que equivale a 200 mil toneladas por ano. O restante vai para o lixo, onde leva mais de 400 anos para se degradar.

Escolha o que consome
Prefira produtos de empresas com programas de responsabilidade social e ambiental. Além de estimular os cuidados ambientais na produção, você estará punindo as empresas que não tomam medidas parecidas. Evite comprar, por exemplo, produtos embalados em isopor, cujo composto, o polietileno, demora 400 anos para se decompor. Dê preferência para embalagens de papelão, que podem ser recicladas.

Peça carona
A cada quilômetro rodado, um automóvel lança no ar 430 gramas de gás carbônico, um dos gases do efeito estufa, mais 2 gramas de monóxido de carbono, um gás venenoso para os seres humanos. Ao dar carona para os seus amigos, além de melhorar a qualidade do ar, você diminui o número de carros circulando pelas ruas e reduz o trânsito. Também pode ser bom para o seu bolso, já que é uma forma de você dividir os gastos com combustível e estacionamento.

Doe o que não usa
Não jogue fora roupas, livros e materiais escolares. Ao doá-los para creches, escolas e entidades assistenciais, você diminui a produção de resíduos, reduz a demanda por novos produtos e ainda ajuda quem precisa.

Conte para os outros
Só por ter lido até aqui, você já fez bastante. As atitudes, como você já viu, são simples, mas como adotá-las sem saber delas? Informação é fundamental. Sempre que possível, conte para os outros o que descobriu.

Revista Vida Simples - junho/2005

 

Rua Gonçalves Dias, nº. 109 Pio Correa - Criciúma/SC