Aliança do Yoga

Este Centro possui Professores Filiados na Aliança do Yoga

Textos

Japa por Swami Sri Shivanandaji Maharaj

Japa
Swami Sri Sivanandaji Maharaj
Swami Sri Chidanandaji Maharaj *

Japa é a repetição de um mantra (o nome de Deus). Não deve-se pensar que um mantra é somente um amontoado de meras palavras; é de fato a manifestação de Deus na forma destes sons. Cantar ou recitar um mantra é envocar o divino de um modo bem real e tangível. O devoto se associa com aquele aspecto de divindade sendo manifestada pelo mantra, e com a prática a mente se torna purificada através da constante lembrança.

Swami Sivananda era um grande advogado do Japa e sentia que era uma das práticas espirituais mais eficazes. Repetir o nome de Deus ajuda a acalmar a mente e encaminha o devoto para um entendimento mais profundo de sua própria natureza divina. Gurudev encorajava as pessoas durante sua vida à escrever páginas e mais páginas do mantra deles e mandá-las para ele. (Estes livros e cadernos se encontram armazenados até hoje no Ashram, 50 anos depois!)

De acordo com os interesses e a pré-disposição de cada um, deve-se escolher um dentre os inúmeros mantras, caso o devoto não tenha recebido algum ao ser iniciado pelo guru. Alguns mantras antigos e reverenciáveis são:"Om Namah Sivaya," "Om Namo Narayanaya," "Om Namo Bhagavate Vasudevaya," "Om Sri Ram Jai Ram," ou, para os Cristãos "Om Jesus". Existem muitos outros, e uma descrição completa da prática da repetição dos Santos Nomes pode ser encontrada no livro "Japa Yoga" de Swami Sivananda.

Japa é o sadhana (prática espiritual) mais praticada por três diferentes razões:

1. Uma pré-condição para praticar outros caminhos do Yoga é que o aspirante deve se qualificar através da pureza do seu ser interior e pela estabilidade da mente; Japa remove quaisquer defeitos e imperfeições que o sadhaka (aspirante espiritual) possa ter e as substitui por todas as qualidades sáttivicas (puras), positivas e construtivas, e torna a mente estável e introspectiva.

2. Mesmo após algum progresso no sadhana, japa proteje o sadhaka de cair.

3. Japa Yoga é considerado como um dos caminhos do Yoga (modos de aproximar-se da Divindade) por si próprio e pode elevar o praticante à Divina Consciência.

Sendo Japa um modo aceito de aproximação para a Divindade em todas as religiões, é comumente o sadhana mais praticado e é seguido universalmente.

Uma tentativa para responder seus possíveis questionamentos e para esclarecer suas dúvidas. As respostas abaixo foram extraídas das escrituras de dois gurus- Swami Sivananda (Gurudev) e Swami Chidananda (Swamiji).

Significado

Sadhaka (Aspirante espiritual) : Qual o significado de Japa?

Gurudev: Japa é a repetição de qualquer mantra ou nome do Senhor.

Sadhaka: Por favor explique o significado e conceito de mantra.

Swamiji: Mantra é uma misteriosa fórmula Divina que caso repetida irá finalmente encaminhar à Consciência Divina. Mantra é uma coleção de letras cientificamente arrumadas e energizadas por constante repetição. Estes simbolos foram entregues através da técnica de iniciação para receptores qualificados que, por sua vez, com sua vontade pura, firme fé e determinação, re-viveram aquela Experiência a qual seu Sadú-Guru viveu; e finalmente se tornou um com aquela consciência que é Sat-chid-ananda (Existência-Consciência-Bem-aventurança Absoluta). O mantra representa esta mesma Consciência. O mantra se torna o meio para despertar a Consciência escondinda em nós. Então nós temos a Auto-Realização.

Significância do Mantra

Sadhaka : Por que mantra foi tão glorificado?

Gurudev : Um mantra é uma Divindade. O mantra e sua deidade presidida são um. Pela constante repetição do mantra, o sadhaka bebe as virtudes e poderes da deidade que preside sobre mantra; na verdade ele se transforma na divindade em si próprio.

Swamiji : Mantra é o prakta-svarupa (forma manifestada) do Parmatma (o Ser Supremo), uma forma assumida pelo Senhor como shabda ou nada (som).

Benefícios do Japa

Sadhaka : Por favor me esclareça sobre os benefícios do Japa.

Gurudev : Nesta Era de Ferro (Kaliyuga), japa é a forma mais fácil e certa para o caminho de realização em Deus. A prática do japa remove as impurezas da mente, destroi os pecados e traz o devoto face à face com Deus. Assim como o fogo tem a propensão natural de queirmar as coisas, assim também o nome de Deus têm o poder de queimar os pecados e desejos. Japa purifica o coração, estabiliza a mente, queima os pecados, aniquila o apego, retira todos os desejos pela raíz, remove as delusões, concede paz suprema, une o devoto com o Senhor, traz a Consciência em Deus e concede eterna bem-aventurança.

Japa verifica a força das correntes de pensamento movendo em direção à objetos. Japa força a mente a mover em direção à Deus. Durante a prática do Japa todas as qualidades divinas fluem de maneira constante para do Senhor para o interior da sua mente. Japa enche a mente com sattva (pureza). Erradica todos os pensamentos ruins e inclinações.
"Um homem se torna no que ele pensa"- esta é a lei psicológica. A mente do homem, que se treina a pensar o bem, desenvolve uma tendência a ter bons pensamentos. Seu caráter é moldado e transformdo por bons pensamentos quando a mente pensa na imagem do Senhor durante japa e da idolatria, a substância mental na verdade toma a forma da imagem. Aquele que entretêm pensamentos de Divindade transforma-se na Divindade em si mesmo. Através do constante pensamento e meditação, esta devoção (bhava) ou dipossição é purificada e torna-se divina. As vibrações sonoras de um mantra geram a imagem do Senhor daquele mantra , e você receberá a visão ou darshan do Senhor subjetivamente ou objetivamente. Se você pensar constantemente no Senhor, você se tornará idêntico com o Senhor. Você irá residir n'Ele para sempre. Você tornará-se Uno com a deidade na qual você meditar.

Dicas Práticas

Sadhaka : Você poderia por favor me dar instruções sobre a prática do japa sadhana?

Swamiji : É aconselhável que você faça japa todos os dias no mesmo local e horário. Você irá se beneficiar muito se fizer japa pela manhã. Quando estiver fazendo japa, você deve também pensar no Senhor e tentar visualizar Deus dentro de seu coração.

Gurudev : Os momentos mais efetivos para o japa são ao nascer do sol e ao pôr do sol, quando sattva (pureza) é predominante. Enquanto estiver fazendo japa de qualquer mantra você deve ter a intenção (bhava) que Atma, Ishvara, Devata e mantra são Um. Enquanto estiver fazendo japa de qualquer mantra, pense que você está orando para sua deidade escolhida (Ishta-Devata) que está te ouvindo, que Ele está olhando para você com um olhar misericordioso e gracioso. No momento em que se lembra do nome d'Ele Você deve ter o mesmo fluxo de amor e respeito (devoção) em seu coração que você naturalmente teria quando o ver. Sinta Sua presença em todos os lugares. Aproxime-se d'Ele quando você repetir o mantra. Quando a mente se dispersar demais, faça japa em voz alta. Quando a mente se tornar estável, faça japa mental. Um iniciante deve possuir um japa mala ou um rosário. Depois de algum tempo ele poderá utilizar o recurso de japa mental. Use somente o dedo médio e o polegar da mão direita para rolar as contas. O dedo indicador é proibido. Não cruze o meru (coroa ou cabeça) do mola enquanto estiver rolando as contas. Volte quando atingir-lo. Continue fazendo o japa mental até mesmo em outras horas, em qualquer trabalho no qual esteja engajado.

Dúvidas e Esclarecimentos

Sadhaka : Isto significa que eu possa fazer japa até mesmo no banheiro?

Swamiji : Se você está com motivo não-egoísta (Nishkamya bhava), somente pelo propósito de agradar Deus, para obter Sua visão (darshan) e Liberação (Moksha), não existem restrições sobre lugar, hora (desha, kala) ou nada mais. Todos os lugares e momentos são adequados e sagrados, por que você está na Presença de Deus. Esta prática tem o poder de tranformar locais impuros em um local puro.

Sadhaka : Eu já estou seguindo o caminho que escolhi no Yoga. É necessário que eu faça japa também?

Swamiji : Qualquer que seja o Yoga estejamos praticando conforme nosso temperamento ou inclinação, que não falhemos em dar a importância apropriadad para mantra japa também. Que possamos manter japa como uma parte proeminete em nosso sadhana, e com a ajuda do poder do Divino Nome, nós conseguiremos um sucesso rápido em nossa vida espiritual e nos tornaremos abençoados e radiantes de bem-aventurança. Que nós possamos aproveitar ao máximo este grande caminho do Mantra Yoga, que nos foi concedido como uma bênção Divina dada pelo Senhor à Humanidade!

* Este texto foi retirado do link http://www.divinelifesociety.org/sadhana/meditation/japa.html
Todos os Direitos reservados para Divine Life Society.

 

Rua Gonçalves Dias, nº. 109 Pio Correa - Criciúma/SC