Aliança do Yoga

Este Centro possui Professores Filiados na Aliança do Yoga

Textos

Sobre Yoga e Espiritualidade por Swami Sri Sivanandaji Maharaj

Perguntas e Respostas
Sobre Yoga e espiritualidade, por Swami Sri Sivanandaji Maharaj
extraídas do livro "May I answer that?"


1 - Por que devemos acreditar em Deus?
2 - Qual o malefício de não acreditar na existência de Deus?
3 - O que é o Brahmamuhurta? Por que é elogiado pelos Rishis?
4 - Qual a sua opinião sobre os Mestres dos Himalayas?
5 - Qual a diferença entre Japa e meditação?
6 - A Graça do Senhor fará tudo por mim. Por que devo fazer Sadhana (prática espiritual) ?
7 - Dê-me uma prova muito simples mas muito impressiva da existência da alma.
8 - Se Deus está além do alcance dos sentidos, Ele deveria ser uma não-entidade, um mero vazio, um conceito negativo, uma abstração metafísica. Algo além dos sentidos? Como isto poderia ser? Eu não posso acreditar nestas coisas. Eu sou um cientista. Eu cerio em provas laboratoriais.
9 - Por que os Sadhaks falham em realizar Deus rapidamente nos dias de hoje?
10 - Como podemos despertar Kundalini? Somente Japa pode despertar Kundalini?
11 - Quais são os três Doshas ou faltas da mente? Dê uma ilustração concreta.
12 - Como fazer a mente sutil e pura?
13 - Qual a difrença entre devoção (Bhakti) e conhecimento (Jnana)?
14 - Bhakti e Jnana são conflitantes um com o outro?

Por que devemos acreditar em Deus?

Crença em Deus é um requisito indispensável para qualquer ser-humano. É um sine qua non. Ao se deixar levar pela Avidya ou ignorância, dor parece prazer. O mundo é cheio de misérias, problemas, dificuldades e tribulações. O mundo é uma bola de fogo. O Antahkarana carregado com Raga, Dvsha, raiva e inveja são uma fornalha em chamas. Nós devemos nos livrar do nascimento, morte, velhice, doença e ganância. Isto só pode ser feito pela fé em Deus. Não há outra forma. Dinheiro e poder não podem nos dar real felicidade. Não conseguimos nos livrar das preocupações, ansiedades, medos, decepções, etc. Somente a fé em Deus e a consequente realização em Deus através da meditação podem nos dar felicidade real e eterna e nos livrar de todos os tipos de medo, preocupações que nos tormentam a cada instante. Fé em Deus nos forçará a pensar n'Ele constantemente e a meditar n'Ele. Isto nos levará eventualmente a realizção em Deus.


Qual o malefício de não acreditar na existência de Deus?

Se não tivermos fé em Deus, vamos nascer novamente neste mundo e passar por muitas misérias. O ser ignorante, sem-fé e duvidoso vai para a destruição. Ele não pode apreciar a maior das felicidades. Nem este mundo, nem além dêste, há para o ser duvidoso. Aqueles que não tem fé em Deus não sabem o que é certo nem errado. Eles perderam o poder de discriminação. Eles são mentirosos, orgulhosos e egoístas. Eles são dados à excessiva ganância, cólera e luxúria. Eles obtém o mel por meios desonestos. Eles tornam-se homens de natureza demoníaca. Eles comentem várias atrocidades e crimes. Eles não têm ideais para suas vidas. Eles são lançados nos úteros demoníacos. Eles afundam nas profundezas, nascimento após nascimento.

Por volta de 200 anos atrás viveu um Yogi-janani muito famoso chamado Sadasiva Brahmendra Saraswati em Nerur, próximo a Karur, no distrito de Tiruchirapalli, no sul da Índia. Ele é o autor de Brahma Sutra Vritti e Atma Vidya Vilasa e vários outros livros. Ele fez inúmeros milagres. Certa vez ele estava absorto em Samadhi nos bancos do Cauvery e foi carregado pela inundação que o arremessou em outro lugar. Ele estava totalmente enterrado na areia. Trabalhadores foram trabalhar no campo. Eles bateram contra a caveça do Yogi e sangue começou a espirrar. Eles começaram a cavar e encontraram atônitos o Yogi sentado em Samadhi.

Em outra ocasião, como era um Avadhuta, Sadasiva Brahmendra entrou despido no Zenana de um chefe Mohammedan. O chefe ficou enfurecido com o sadú. Ele cortou um dos braços do Mahatma. Sadasiva Brahman retirou-se sem dizer uma palavra e sem mostrar nenhum sinal de dor. O chefe ficou impressionado com a condição estranha do sadú. Ele pensou que aquele homen devia ser um Mahatma, uma criatura super-humana. Ele arrependeu-se e seguiu o sadú para desculpar-se. Sadasiva nunca soube que seu braço havia sido cortado. Quando o chefe narrou o acontecido, Sadasiva desculpou o chefe e tocou seu braço mutilado. Sadasiva Brahman tinha um novo braço. É a vida deste sadú que impressionou-me muito em minha mente. Eu cheguei a uma conclusão definitiva que há uma sublime vida divina independente dos objetos e do jogo da mente e dos sentidos. O sadú estava inconsciente do mundo. Ele não sentiu nada ao ter o braço cortado. Ele só podia estar absorto na Consciência Divina, ele só podia estar Uno com o Divino. Pessoas comuns berram mesmo quando um simples alfinete lhe espeta o corpo. Quando ouvi este maravilhoso incidente na vida do Sadú Sadasiva e quando li o relato no livro, tive uma forte convicção sobre a Existência do Divino e a vida eterna e divina onde todas as lamentações se derretem, onde todos os desejos desejos são saciados e se experimenta a bem-aventurança eterna, paz suprema e conhecimento supremo.


O que é o Brahmamuhurta? Por que é elogiado pelos Rishis?

4 AM na manhã é chamado de Brahmamuhurta. Por que é favorável para meditação em Deus ou Brahman, é chamada de Brahmamuhurta. Nesta hora em especial, a mente está muito calma e serena. Esta livre de todos os pensamentos mundanos, preocupações e eansiedades. A mente está como uma folha de papel em branco e comparativamente livre de Samskaras mundanos. A mente pode ser moldada esta hora antes que as distrações mundanas entrem na mente. Além disto, a atmosfera está mais carregada com Sattva nesta hora. Não há também barulho e distrações fora de casa.

Qual a sua opinião sobre os Mestres dos Himalayas?

Há um grande Meste dos Mestres, o habitante do seu coração. Volte seu olhar para o interior, livre-se das Indriyas (delusões) e busque pela ajuda d'Ele. Descanse n'Ele. Identifique-se com Ele. Procure por Ele no seu coração. Não fale comigo sobre estes Mestres dos Himalayas no futuro. Você estará deludido.


Qual a diferença entre Japa e meditação?

Japa é a repetição silenciosa do Nome do Senhor. Meditação é o constante fluxo de um pensamento sobre Deus. Quando se repete Om Namo Narayna, é uma japa do Mantra de Vishnu. Quando você pensa na concha, disco, clava e flor-de-lótus nas mãos de Vishnu, Seus brincos, a coroa em Sua cabeça, Seu Pitambar de seda amarelo , etc, isto é meditação. Quando se pensa nos atributos de Deus como sua omnisciência, omnipotência, etc, isto também é meditação.


A Graça do Senhor fará tudo por mim. Por que devo fazer Sadhana (prática espiritual) ?

Esta é uma filosofia errônea. Deus ajuda aqueles que se ajudam. A Graça de Deus descerá somente naqueles que merecem. As Graças do Senhor descerão na mesma proporção ao grau de rendição à Ele. Quanto mais rendido o devoto, maior a Graça. Você não pode esperar que o Senhor faça auto-rendição para você. Levante-se e faça. Almeje. Persevere. O Senhor derramará suas Graças sobre você.

Mira abandonou tudo. Ela renunciou ao reinado, marido, parentes, amigos e propriedade. Ela se lembrava do Senhor Krishna dia e noite. Ela derramava lágrima de Prem (amor puro). Ela cantava suas Glórias com mente unifocada em devoção. Ela parou de comer. Seu corpo tornou-se definhado. Sua mente estava sempre absorta no Senhor Krishna. Somente então o Senhor Krishna derramou suas Graças sobre ela.


Dê-me uma prova muito simples mas muito impressiva da existência da alma.

Você diz na sua vida diária, "Meu corpo", "Meu Prana", "Minha Mente", "Minha Delusão". Isto claramente denota que o Ser ou Atmam é inteiramente diferente do corpo, mente, Prana e Indriyas. A mente e o corpo são seus servos ou instrumentos. Eles estão tão fora quanto estas toalhas, cadeiras, copos, etc. Você está segurando o corpo como se estivesse segurando uma longa bengala em sua mão. Você é o possuidor ou proprietário deste corpo. O corpo é suas posessão ou propriedade. O corpo, os sentidos, a mente, etc.,não são a alma,mas pertencem à ela.


Se Deus está além do alcance dos sentidos, Ele deveria ser uma não-entidade, um mero vazio, um conceito negativo, uma abstração metafísica. Algo além dos sentidos? Como isto poderia ser? Eu não posso acreditar nestas coisas. Eu sou um cientista. Eu cerio em provas laboratoriais.

Você quer provas em laboratório? Muito bem então! Você deseja limitar o ilimitável, todo penetrante Deus no seu tubo de ensaio e produtos químicos? Deus é a fonte para seus produtos químicos. Ele é o substrato para os seus átomos, elétrons e moléculas. Sem Ele nenhum átomo ou elétron se moveria. Ele é o Controlador Interno, Antaryamin. Eleé Niyanta. Sem Ele o fogo não pode queimar, o sol não pode brilhar, o ar não pode mover-se. Sem Ele você não pode ver, não pode falar, não pode ouvir, não pode pensar. Ele é o feitos de todas as leis científicas, a lei da gravidade, a lei da coesão, a lei da atração e repulsão, etc. Ele é quem cede as leis. Curve-se diante d'Ele com fé e devoção. Você terá o conhecimento da ciência das Ciências, Brahma Vidya, através de Sua Graça você obterá Moksha (libertação).


Por que os Sadhaks falham em realizar Deus rapidamente nos dias de hoje?

Após atingirem um certo estágio de desenvolvimento, eles começam a dissipar suas energias nas pregações, fazendo discípulos e publicando livros. Eles se tornam escravos do nome e fama. Esta é a razão pela qual eles falham alcançar o mais alto objetivo da vida, Brahma Sakshatkar.


Como podemos despertar Kundalini? Somente Japa pode despertar Kundalini?

Kundalini pode ser despertada pela prática de Asanas, Pranayamas, Mudras, Japa e pela graça do Guru. Consultem meu livro "Kundalini Yoga".
Sim, somente Japa é mais do que suficiente para despertar Kundalini. Não há dúvida sobre isto. Sri Samarth Ramdas despertou Kundalini fazendo Japa do Mantra Om Sri Ram Jaya Ram, Jaya Jaya Ram treze milhões de vezes, de pé no rio Godavar, na vila de Takli, próximo à Nasik.


Quais são os três Doshas ou faltas da mente? Dê uma ilustração concreta.

Elas são Mala ou impurezas como a luxúria, raiva e ganância, Vikshepa or viradas da mente,ou oscilação mental, e Avanara ou o véu da ignorância.

Há um lago barrento coberto por junco. O vento sopra forte. Agora, o lago é a mente. A condição barenta representa Mala. A agitação das águas feita pelo vento corresponde a Vikshepa na mente feita pela vibração de Prana. O junco que cobre o lago representa o vés da ignorância.


Como fazer a mente sutil e pura?

Faça Japa. Trabalhe voluntariamente. Ore a Deus do fundo de seu coração (Antarika). Associe-se à pessoas santas (Satsang). Medite. Leia o Gita e os Upanishads. Viva sozinho. Viva em reclusão por seis meses. Coma alimentos puros (sattivicos). Pare de comer carnes, peixe, ovos, bebidas alcoólicas, comidas apimentadas, óleo, açúcar mascavo, cebola e alho.


Qual a difrença entre devoção (Bhakti) e conhecimento (Jnana)?

Bhakti é devoção. Significa o meio para obentenção de um fim que é atingir Jnana. Pessoas de temperamento emocional são apropriadas para este caminho. Bhakti demanda auto-rendição ou Atma-nivedan. É a Yoga dos gatos. O gatinho chora forte e alto e sua mãe vem correndo e o pega com a boca. Assim também, o devoto chora alto como Draupadi e Gajendra e o Senhor Krishna vem correndo para resgatá-lo e derramar sobre o devoto todas suas bênçãos. O Bhakti Marga demanda apenas devoção intensa e sincera, fé cega e forte convicção como a que Prahlad teve. Não há necessidade de se aprender nada. Analfabetos como Tukaram que não podiam nem ao menos cantar os Nomes do Senhor, realizram Deus. Não é preciso estudar ou ter muito conhecimento. Um devoto (Bhakta) deseja comer o doce de açúcar. Ele deseja se sentar ao lado do Senhor.


Bhakti e Jnana são conflitantes um com o outro?

Minha resposta é enfaticamente "Não". Exsite, de fato, uma inter-relação entre os dois, uma complementando o outro. Bhkati não é antagônico à Jnana. Há uma dependência mútua entre os dois. Os dois levam ao mesmo destino.

Você não pode separar inteiramente Bhakti de Jnana. Quando Bhakti amadurece, ele se transforma em Jnana. Um verdadeiro Jnani é um devoto do Senhor Hari, Senhor Krishna, Senhor Rama, Senhor Shiva, Durga, Sarasvati, Lakshmi, Senhor Jesus e Buddha. Ele é Samasara Bhakta. Algumas pessoas ignorantes pensam que um Jnani é um homem seco que não possui nenhuma devoção. Este é um triste erro. Um Jnani tem um coração muito grande. Leia os hinos de Sri Sankarachyara e tente mensurar a profundidade de Sua devoção. Leia os escritos de Sri Appayya Dikshitar e mensur a profundidade magnânima de Sua devoção sem limites.

Swami Ram Tirth era um Jnani. Ele não era um devoto do Senhor Krishna? Se um Vedantin excluir Bhakti, lembre-se que ele não compreendeu Vedanta. O mesmo Nirguna Brahman (Deus sem forma) se manifesta com um pouco de Maya em um canto to Saguna Brahman (Deus Pessoal, com forma) para que os devotos possam adorar-lO.

Bhakti não é divorciado de Jnana. Pelo contrário, Jnana intensifica Bhakti. Aquele que possui o conhecimento do Vedanta está bem estabelecido em sua devoção. Ele é estável e firme. Algumas pessoas ignorantes dizem que se um devoto estudar Vedanta, que ele perderá sua devoção. Isto é errado. O Estudo do Vedanta é um auxiliar para aumentar e desenvolver a devoção. A devoção de um homen proficiente na literatura Védica tem firmes bases. Bhakti e Jnana são como duas asas de um pássaro que o ajuda a voar para Brahman, para atingir a salvação.

 

Rua Gonçalves Dias, nº. 109 Pio Correa - Criciúma/SC