Aliança do Yoga

Este Centro possui Professores Filiados na Aliança do Yoga

Textos

As funções do Pensamento - por Swami Sivananda

As funções do Pensamento - por Swami Sivananda
Os pensamentos produzem boa saúde

O corpo está associado internamente com a mente, ou melhor, é a exteriorização da mente; uma forma visível e grosseira da mente invisível e sutil. Se houver dor de dente, ou de estômago ou de ouvido, a mente fica imediatamente afetada. Deixa de pensar claramente; torna-se agitada e perturbada.

Se houver depressão mental o corpo também não pode funcionar direito. as dores que afligem o corpo são chamadas de moléstias secundárias, vyadhi, enquanto que os vaasanas ou desejos que afligem a mente são cognominados de mentais ou principais, Adhi.

A saúde mental é mais importante do que a física. Se a mente for saudável, o corpo será necessariamente saudável. Se a mente for pura, se os seus pensamentos forem puros, você estará livre de todas as moléstias, principais e secundárias. “Mens sana in corpore sano” – uma mente sã num corpo são.
Os pensamentos desenvolvem a personalidade

Um pensamento sublime eleva a mente e dá expansão ao coração; um pensamento vil excita a mente e torna os sentimentos móbidos e negros.

Aqueles que possuem um pequeno control sobre seus pensamentos e suas palavras terão um rosto calmo, sereno, belo e encantador, uma voz doce e seus olhos serão brilhantes e límpidos.
Os pensamentos afetam o corpo

Cada pensamento, emoção ou palavra produz uma forte vibração em cada célula do corpo e deixa nelas uma impressão marcante.

Se conhecer o método de criar pensamentos opostos poderá levar uma vida feliz e harmoniosa de paz e poder. Um pensamento de amor neutralizará imediatamente um pensamento de ódio. Um pensamento de coragem servirá instantaneamente de poderoso antídoto para um pensamento de medo.
O poder do pensamento muda o destino

O homem semeia um pensamento e colhe um hábito. Semeia um hábito e colhe um caráter. Semeia um caráter e colhe um destino. O homem cria o seu próprio destino pelo seu modo de pensar e de agir. Pode mudar seu destino. Ele é o senhor de seu próprio destino. Sobre isso não existem dúvidas. Pensando certo e esforçando-se de fato, pode-se tornar senhor do seu destino.

Gente ignorante diz: “o karma faz tudo. Tudo é destino. Se fui destinado pelo meu karma, a ser assim ou assado, por que então me esforçar? Esse é simplesmente o meu destino”.

Isso chama-se fatalismo. Traz como conseqüência a inércia, a estagnação e a miséria. É uma incompreesão total das leis do karma. Não passa de sofisma. Um homem inteligente certamente não falará assim. Você criou o seu próprio destino interiormente pelos seus pensamentos e pelas suas ações.

Você é dotado de livre arbítrio para escolher no momento presente. Possui Svatantrata ativa. Um canalha não será eternamente um canalha. Coloque-o na companhia de um santo. Ele mudará rapidamente. Ele pensará e agirá de modo diferente e mudará o seu destino. Seu caráter se santificará.

Dacoit Ratnakar transformou-se no sábio Valmiki. Jagai e Madai se modificaram. Eram canalhas totais. Você pode se tornar um yogi ou jñani. Pode refazer o seu destino. Pode criar o seu karma da maneira que lhe agradar. Use o poder do pensamento. Pense corretamente, pense nobremente. Terá apenas que pensar e que agir. Pensando, desejando e agindo corretamente pode tornar-se um sábio, um milionário. Pode atingir a posição de Indra ou de Brahma por bons pensamentos e ações, por bom karma. O homem não é um ser indefeso. Cada um de nós possui livre arbítrio.
Os pensamentos causam distúrbios fisiológicos

Qualquer mudança de pensamento produz uma vibração no seu corpo mental e isto, quando transmitido para o corpo físico, causa uma atividade nas células nervosas do seu cérebro. Essa atividade nas células nervosas provoca nelas muitas mudanças elétricas e químicas. Foi a atividade do pensamento a causa dessas mudanças.

Paixão intensa, ódio, inveja amarga e antiga, ansiedade corrosiva, explosões de raiva, realmente destróem as células do corpo e produzem moléstias do coração, do fígado, dos rins, do pâncreas e do estômago.

Um ponto importante a ser notado cuidadosamente é que toda célula do corpo sofre ou cresce, recebe um impulso de vida ou de morte de cada pensamento que penetra na mente, pois tendemos a nos tornar a imagem daquilo em que mais pensamos.

Quando a mente se volta para um pensamento determinado e o alimenta, uma precisa vibração de matéria é ativada e frequentemente, quanto mais essa vibração for provocada, tanto mais ela tenderá a se repetir e a se tornar um hábito, isto é, a ficar automática. O corpo segue a mente e imita as suas mudanças. De você concentrar seu pensamento, seus olhos ficarão fixos.
O poder do pensamento cria ambientes

Ouve-se dizer com freqüência que o homem é o resultado das forças ambientais que o cercam. Não é verdade. Não podemos acreditar nisso porque os fatos estão sempre provando o contrário. muitos dos maiores homens do mundo nasceram na pobreza e em circunstâncias adversas.

Muitos homens nascidos em cortiços e ambientes de total miséria e sujeira chegaram a ocupar os postos mais altos no mundo. Conquistaram os louros da fama e distingüiram-se na política, na literatura e na poesia. Tornaram-se grandes gênios e grandes líderes. Como explicar isso?

Sri T. Muthuswami Aiyar, o primeiro juiz hindu do Supremo Tribunal em Madras nasceu na mais abjeta pobreza. Teve que estudar à noite debaixo dos lampiões municipais. Não se alimentava o suficiente. Vestia trapos. lutou contra terríveis obstáculos e atingiu a grandeza do seu cargo. Elevou-se acima das forças ambientais por uma vontade de ferro e uma determinação inabalável.

No ocidente, filhos de sapateiros e de pescadores atingiram altas posições. Engraxates, meninos que serviam cerveja nos bares ou ajudavam nas cozinhas de hotéis tornaram-se poetas famosos e ótimos jornalistas.

Johnson veio de um ambiente péssimo. Goldsmith considerou-se rico quando foi pago “40 libras por ano”. Sir Walter Scott era muito pobre. Não tinha onde morar. Vale a pena mencionar a vida de James Ramsay Macdonald. Foi um homem de grande Purushartha. Saiu da pobreza para o poder – da condição de operário para o status de primeiro ministro da Grã-Bretanha. Seu primeiro emprego foi endereçar envelopes recebendo o salário de meia libra por semana.

Pobre demais para comprar chá, ele bebia água. Sua refeição principal foi, durante meses a fio, um bolinho com um pouco de carne que custava três tostões. Foi auto-didata. Interessou-se enormemente por política e pela ciência. Tornou-se um jornalista. Lentamente através do esforço certo (Purushartha) atingiu o posto de primeiro ministro.

Sri Shankaracharya, o expoente da filosofia Advaita, um gigante espiritual e um gênio brilhante, nasceu pobre, em ambiente e circunstâncias desfavoráveis. Existem mil e um exemplos iguais a estes. É óbvio, pois, que ambientes desfavoráveis não podem anular a grandeza e superioridade de futuros gênios, e que o ambiente pode ser superado pela aplicação, paciência, perseverança, sinceridade, honestidade, integridade, clareza a respeito do objetivo em vista, vontade de ferro e determinação.

Todo home nasce com seus Samskaras. A mente não é uma tábua rasa ou folha branca de papel. Contém as impressões dos pensamentos e dos atos das vidas anteriores. Os Samskaras são os potencias latentes. Os bons Samskaras são vantagens valiosas para o homem. ainda que jogado num ambiente desfavorável, esses Samskaras o protegerão contra influências estranhas, indesejáveis e hostis. Ajudam seu crescimento e evolução.

Não perca nenhuma oportunidade. Use todas elas. Cada oportunidade é dada para sua elevação e desenvolvimento. Se encontrar um homem doente deitado na estrada incapaz de se mexer, carregue-o nos ombros, ou no seu veículo, até o hospital mais próximo. Cuide dele. Dê-lhe leite quente ou chá ou café. Lave suas pernas com Bhava Divina.

Procure sentir nele Deus que penetra, permeia, e habita em tudo o que existe. Veja a divindade no brilho dos seus olhos, nos seus lamentos, no seu hálito, na pulsação e movimento de seus pulmões.

Deus lhe deu essa oportunidade para que você desenvolva a misericórdia e o amor, para purificar seu coração e remover Ghrina, ódio e inveja. Algumas vezes se você é muito tímido, Deus o colocará em circunstâncias tais que será forçado a mostrar coragem e presença de espírito arriscando a vida. As grandes figuras que galgaram a eminência usaram todas as oportunidades da melhor maneira. Deus forma as mentes dos seres humanos dando-lhes oportunidades.

Lembre-se de que a força reside exatamente em sua fraqueza, pois estará sempre alerta para se salvaguardar. A pobreza possui as suas próprias virtudes. Ela infunde humildade, força e capacidade de aguentar as dificuldades enquanto que o luxo cria a preguiça, o orgulho, a fraqueza, e toda espécie de maus hábitos.

Portanto não reclame de ambientes desfavoráveis. Crie o seu próprio mundo e ambientes mentais. O homem que tenta desenvolver-se ou crescer em ambientes adversos será realmente um homem muito forte. Nada o abalará. Será um sujeito rijo. Terá nervos fortes.

Na verdade o homem não é fruto de ambientes e circunstâncias. Ele pode controlá-los e modificá-los por suas capacidades, caráter, pensamentos, boas ações e esforço correto (Purushartha). Tivra (intenso) Purushartha pode mudar um destino. É por isso que Vaisishta e Bishma colocam Purushartha acima do destino. Portanto, caros irmãos! Esforcem-se. Conquistem a natureza e rejubilem-se no eterno Satchidananda Atma.
Os pensamentos formam o corpo físico

O corpo com seus órgãos nada mais é do que pensamento. A mente contemplando o corpo torna-se o próprio corpo e, então emaranhada nele é por ele afetada. Esse corpo físico e, por assim dizer, o molde feito pela mente para se satisfazer, para jorrar suas energias e assim adquirir diversas experiências desse mundo através dos cinco caminhos ou canais do conhecimento, os cinco Jñana-indryas (órgãos do conhecimento ou percepção) . Na realidade o corpo é os nossos pensamentos, estados de ânimo, convicções e emoções concretizados, tornados visíveis ao olho nu.

Todos os corpos tem a sua sede apenas na mente. Existirá um jardim sem água?

É na mente que tudo acontece e ela é o mais alto dos corpos. Caso esse corpo grosseiro se dissolva, a mente com grande presteza encontrará novos corpos que lhe agradem. Se a mente ficar paralizada, o corpo não demonstrará inteligência.

Na maioria da humanidade o corpo exerce forte controle sobre o pensamento. Possuindo mente poouco desenvolvida vive principalmente em Anna maya kosha. Desenvolva Vijñana Maya Kosha e através dele (buddhi) controle o Mano Maya Kosha (mente).

A base de todos os males é a idéia errada de que você é um corpo. Através de pensamentos errados, identifica-se com o corpo. Aparece Dehadhyasa. Você fica preso ao corpo. Isto se chama Abhimana. Então vem Mamata (egocentrismo). Você se identifica com a sua mulher, seus filhos, sua casa, etc. A identificação ou apego cria a servidão, a miséria, a dor.

1 Acesse www.yogasivananda.com.br para maiores informações sobre Swami Sivananda no Brasil.

2 Acesse www.mangalam.com.br e obtenha mais informações

 

Rua Gonçalves Dias, nº. 109 Pio Correa - Criciúma/SC