Aliança do Yoga

Este Centro possui Professores Filiados na Aliança do Yoga

Textos

Yoga e Depressão: A experiencia de Arjuna

por Ricardo Freitas

O príncipe Duryodhana, vendo o exército dos Pandavas alinhado para o combate, aproximou-se de seu mestre falando-lhe assim: "Vê, mestre, a poderosa hoste dos filhos de Pandu, alinhada para combate por teu inteligente discípulo, o filho de Drupada. Vendo todos esses parentes frente à frente, prontos para lançar-se à luta". Arjuna, invadido por grande piedade, assim falou, com desânimo e tristeza:

"Ó Krishna! Vendo aqui os meus parentes e amigos prontos a empenhar-se numa luta fratricida, meus membros fraquejam, minha boca se resseca, todo meu corpo treme e meus cabelos se eriçam."

"O arco Gandiva escapa-me das mãos, minha pele queima, não posso manter-me de pé, meus pensamentos formam um turbilhão, vejo sinistros presságios, ó Krishna! Em nome do que devo matar meus parentes nessa luta sangrenta? Ó Keshava, não quero a vitória, nem a soberania, nem os prazeres."



Tendo dito essas palavras no campo de batalha, Arjuna deixou-se cair no assento de seu carro, abandonando o arco divino e a aljava inesgotável, com o espírito oprimido pela angústia. Disse Arjuna:

"Com a alma oprimida por uma piedade culposa, confuso quanto ao dever, apelo a Ti para que me indiques claramente o melhor caminho. Refugio-me em Ti como Teu discípulo. Esclarece-me. Nada vejo que possa dissipar a angústia que embota meus sentidos, mesmo que eu obtivesse na terra um reinado sem rival, ou mesmo a soberania dos deuses."

Krishna respondeu: "Que fraqueza é esta? É indigna de ti. É por nada que os homens te chamam de destruidor de inimigos? Livra-te desta covardia, Arjuna, levanta-te muda a postura. Volte a sorrir! Tua tristeza não serve de nada. Agora te mostrarei o Yoga que conduz à saúde perfeita!"

Krishna pede para Arjuna estender seu tapetinho em meio ao campo de batalha. Então, ensina para o jovem guerreiro supta baddhakonásana e diz para Arjuna: "Esta postura, grande guerreiro, abre seu peito, acalma a sua mente e ajuda a aliviar a ansiedade em tempos de estresse."

Depois, Krishna demonstra para seu discípulo adhomukha svanásana e diz: "Arjuna, faça essa postura. Ela combate a depressão, acalmando o cérebro e aumentando a circulação sanguínea no peito. Nesta postura, encontrarás forças para destruir o exército inimigo."

Arjuna então faz a postura por alguns minutos e quando sai da postura sente que a força de Shiva alinha e balanceia o seu chakra do coração, que fica verde como uma esmeralda.

Demonstrando ustrásana, Krishna diz: esta postura melhora a capacidade pulmonar e a circulação. Faça agora urdhva dhanurásana para melhorar sua circulação, estimular seu sistema nervoso e gerar uma sensação de bem-estar.

Arjuna, grande guerreiro, tem uma certa dificuldade em fazer as posturas mas consegue fazê-las sem se machucar. Sai confiante, e com o sistema circulatório mais irrigado que os rios Ganges e Yamuná juntos.

Krishna disse: ensino-te agora o asana secreto, sarvangásana, que vai suprir as glândulas tireóides e paratireóides com sangue fresco e oxigenado. Vai também suavizar os seus nervos, estimular os rins e acalmar o cérebro.
Arjuna repete a postura e responde: "Pensava que acalmar o cérebro fosse mais difícil que parar o vento. Agora com essa postura vejo que é possível parar a mente. Estou me sentindo calmo e sereno."

Enrolando seu tapetinho e subindo novamente na carruagem de guerra, o príncipe disse: "por tua graça, Sri Krishna, minhas ilusões foram dissipadas. Minha mente está firme e as duvidas desapareceram. Estou livre da depressão e da tristeza. Obrigado pela prática! Namaste!"

Advertência: este texto é uma parodia do diálogo do primeiro capítulo da Bhagavad Gita. Não tente curar sua depressão aplicando as técnicas aqui listadas.

Hoje li mais um artigo sobre Yoga e depressão. É fácil perceber que as pessoas que o redigiram tal texto nunca sofreram de depressão. Ao mesmo tempo, tenho a sensação de que elas tampouco entenderam exatamente o que é Yoga. Na sátira deste texto escolhi a Bhagavad Gita, texto onde o senhor Krishna é chamado varias vezes como o Senhor do Yoga.

O primeiro capítulo da Gita, chamado O Desespero de Arjuna, mostra claramente que o príncipe guerreiro passa uma grande crise existencial com sintomas de depressão e síndrome do pânico.

É triste perceber que as pessoas e os meios de comunicação tentam vender o Yoga como uma pratica milagrosa, sem realmente estudarem e entenderem que o Yoga ensinado pelo Senhor do Yoga, Krishna, é um estilo de vida para o autoconhecimento.

Na Bhagavad Gita, o principal texto que fala sobre Yoga, em nenhum momento é citada uma prática de ásana ou pranayama. Resolvi então mudar um pouco a história da Gita para que possamos entender como seria esse Yoga segundo essa revista e compreender que não é isso que foi ensinado pelo Senhor do Yoga.

Gostaria de deixar bem claro que eu pratico e ensino Hatha Yoga. As técnicas do Hatha Yoga servem como preparo da mente para o autoconhecimento, mas não servem para curar uma depressão ou libertar do sofrimento, da sensação de que somos limitados.

Para compreender o Yoga e o que essa tradição tem para nos oferecer é preciso escutar o ensinamento sobre os textos do Yoga, com um professor que aprendeu dentro da tradição. Somente assim podemos colher os frutos que o Yoga tem para nos oferecer que é a liberdade do sofrimento humano.

 

Rua Gonçalves Dias, nº. 109 Pio Correa - Criciúma/SC