Aliança do Yoga

Este Centro possui Professores Filiados na Aliança do Yoga

Textos

Sobre o Maha Mantra - Swami Dayananda Saraswati

por Swami Dayananda Saraswati

Hare Rāma Hare Rāma
Rāma Rāma Hare Hare
Hare Kṛṣṇa Hare Kṛṣṇa
Kṛṣṇa Kṛṣṇa Hare Hare

Este mantra, chamado Maha Mantra, é muito interessante. Tem até uma Upaniṣad onde se fala sobre ele, a Śāntaḥ Upaniṣad, que é uma das Upaniṣads menores. No mantra original, Rāma vem primeiro e Kṛṣṇa depois. No entanto, os Hare Kṛṣṇa cantam ao contrário, começando com Kṛṣṇa.

Históricamente falando, você sabe que Rāma veio milênios antes que Kṛṣṇa. Esses nomes antecedem, porém, as próprias encarnações de Viṣṇu que levaram esses nomes.

Quando eu comecei a me interessar por estes tema, também, como você, comecei a frequentar alguns satsangs. Tinha um que comecava com este mantra, daquele mesmo jeito que os Hare Kṛṣṇa o cantam.

Os primeiros 15 minutos daqueles satsangs eram com esse cântico. Este mantra sempre me intrigou, como estudioso do sânscrito. Pense por exemplo no mantra Oṁ namaḥ Śivāya, ॐ नमः शिवाय, ஓம் நம சிவாய, ou no mantra Oṁ Gaṁ Gaṇapataye namaḥ, ॐ गं गणपतये नमः||.

Esses mantras são frases completas em si mesmas. Outro tipo de mantra védico, como namasteastu Bhagavān, também é constituído de frases ou conjuntos de frases que fazem sentido.

Agora, neste Maha Mantra, você fica o tempo todo dizendo apenas esses nomes: Rāma, Kṛṣṇa, Hare. Imagine um diálogo entre duas pessoas no qual você fala o nome dela e mais nada. Enfim, este é um mantra que tem essa peculiaridade. O cantamos mesmo assim.

Os vendedores das estações de trem da Índia fazem uns cânticos muito curiosos para anunciar seus produtos. Cada pessoa canta o nome do produto que vende: chai, chai, chai; coffee, coffee, coffee.

Porém, quando você vai ao sul de Chennai, esses cânticos mudam de estilo. Ao invés de ouvir o nome do produto, o vendedor anuncia sua própria presença: chai wallah, chai wallah, chai wallah: coffee wallah, coffee wallah, coffee wallah. "Eu sou o cara do chá, eu sou o cara do café".

Você chama um desses vendedores e ele lhe oferece um copo de argila, descartável. Esse vendedor, obviamente, não irá lhe perguntar o que você quer. Se você o chamou, é por que você quer o que ele tem. Sem falar, lhe dá aquilo que você quer e pronto. Essa parece ser, igualmente, a intenção do mantra.

Hare significa "aquele que leva embora". O que Hare, ou Rāma, ou Kṛṣṇa levam, são as causas do sofrimento. Rāma é aquele em quem você descobre sua alegria.

Hare faz desaparecer aquilo que não tem graça para que a graça possa acontecer. Rāma é essa graça.

Kṛṣṇa significa "aquele que é atraente". Qualquer coisa linda ou bela que lhe produza atração, será Kṛṣṇa.

-----------------------------------------------------------

Este texto fez parte do satsang do dia 23 de março de 2011 no Ashram de Rishikesh. Tradução e transcrição de Pedro Kupfer.

Acesse o site: www.yoga.pro.br

 

Rua Gonçalves Dias, nº. 109 Pio Correa - Criciúma/SC