Aliança do Yoga

Este Centro possui Professores Filiados na Aliança do Yoga

Textos

Um passo para o sucesso pessoal: um estudo de caso, sobre como a acupuntura pode auxiliar na melhora da força de vontade.

Um passo para o sucesso pessoal: um estudo de caso, sobre como a acupuntura pode auxiliar na melhora da força de vontade.

CARULLA, L. D.
Artigo elaborado através do trabalho de conclusão de curso CETN - Bauru - 2012.

1- INTRODUÇÃO
A vontade de vencer está diretamente relacionada à motivação que por sua vez, acontece quando a ação tem como origem o potencial propulsor, interno à própria pessoa. Na Medicina Tradicional Chinesa (MTC), a força de vontade têm sua morada nos Zang (ógãos), e respondem pela manifestação de Qi (energia), através da consciência, intuição, instinto, pensamento, força de vontade e muitos eventos. Então se os Zang-Fu (órgãos- vísceras) são fortes, a força de vontade, a iniciativa, a motivação são fortes e o indivíduo terá direção e determinação na busca de objetivos.

O Baço, o Coração e o Rim, todos apresentam uma influência sobre o pensamento e a memória de maneiras diferentes. O Baço influencia nossa capacidade para o pensamento, para o estudo, concentração e memorização do trabalho ou assuntos escolares. O Coração, abriga a mente e influencia o pensamento no sentido de nos capacitar a pensar claramente quando enfrentamos problemas na vida, afetando a memória sobre coisas passadas. O Rim nutre o cérebro e influencia a memória recente no dia-a-dia. (MACIOCIA, 1996).

2- OBJETIVO
O objetivo central é ver como a Medicina Tradicional Chinesa, pode interferir e auxiliar na força de vontade de um indivíduo em questão, e também ver a eficácia do tratamento que pode levar à mudanças comportamentais fazendo talvez com que surja uma nova vontade de encarar a vida.
2-1 OBJETIVO ESPECÍFICO
Visto que o paciente em questão tem dificuldade em apresentar iniciativas e força de vontade para tomar certas decisões, então passou a ter como objetivo específico neste caso, que o mesmo, passasse a apresentar atitudes frente a certas situações principalmente em enfrentar tarefas simples da vida, como ter uma vida mais saudável, se alimentando melhor, fazendo exercícios físicos e dormindo melhor. E também em questões como estudo, perspectiva de vida e emprego.

3- TRATAMENTO

O tratamento se baseia em punção dos pontos devido a sua ação energética, sendo assim, baseada em Focks e Marz (2008), foram escolhidos os seguintes pontos:

BP6, R4, VB35, E36, CS7 ]
Junto do tratamento sistêmico, foi utilizada a auriculoterapia, que é uma técnica da Acupuntura, destinado ao tratamento das enfermidades físicas e mentais através de estímulos de pontos situados no pavilhão auricular. Cada orelha tem pontos de reflexo que correspondem a todos os órgãos e funções do corpo. Ao executar a sensibilização desses pontos, seja por agulhas, por sementes, magnetos, etc, o cérebro recebe um impulso que desencadeia uma série de fenômenos físicos, relacionados com a área do corpo, produzindo a cura. (SOUZA, 2007).
Dito isto, os pontos escolhidos para o tratamento foram: Shen Men, usa-se como ponto inicial de todos os esquemas de auriculoterapia; Baço, Pâncreas, Vesícula Biliar, Estômago, Rim, Ansiedade e Cérebro. (SOUZA, 2007).
Quando se associa a técnica de terapia auricular com a acupuntura, obtêm-se um melhor resultado do processo de equilíbrio e a cura. O uso da auriculoterapia pode ser associado com todas as demais formas de tratamento. Não apresenta efeitos colaterais, desde que o diagnóstico seja correto e os programas de tratamento sejam bem dimensionados. (SOUZA, 2007).

4- MATERIAIS E MÉTODOS
O estudo foi realizado na cidade de Cambará/Paraná, no modelo de estudo de caso, o qual foi composto, por um indivíduo que se queixava de dificuldade em tomar decisões e iniciativa, devido a falta de força de vontade, que estava disposto a colaborar com a pesquisa. Mediante assinatura do termo de consentimento, o qual garante o anonimato dos participantes, conforme Resolução do CNS 196 de 10 de outubro de 1996 que estabelece, diretrizes e normas regulamentadoras de pesquisas envolvendo seres humanos, bem como os objetivos do trabalho e a garantia de que não receberão nada em troca nem tampouco terão prejuízos com a mesma. (ANEXO A).

A coleta de dados e as visitas, foram realizadas no período noturno, visto a oportunidade de maior adesão, durante os meses de novembro e dezembro 2011.

Cada sessão tinha duração de uma hora, e eram realizadas duas vezes por semana, em um período de dois meses, totalizando dezesseis sessões.

Como instrumento para a coleta de dados foi utilizado um formulário previamente elaborado e oferecido pelo CETN - Centro de Estudos de Terapias Naturais (ANEXO B), contendo perguntas objetivas e subjetivas relacionadas para devido levantamento das possíveis necessidades do paciente.

Como instrumento de tratamento foi utilizado agulhas de 0,25 x 30 mm para uso sistêmico e sementes de mostarda revestidas com micropore, apalpador com mola e pinça, para uso auricular.

5- CONCLUSÃO
Depois de realizada uma análise dos dados do paciente e tê-lo submetido ao tratamento específico, podemos perceber, que o mesmo apresentou melhora na sua queixa principal, o qual, depois do tratamento passou a desenvolver tarefas que anteriormente pareciam de difícil acesso para ele.

Como exemplo de melhorias em sua vida, o paciente relatou, que depois das sessões, passou a ter mais iniciativa, disse planejar e executar suas tarefas, suas vontades, e não somente ficar a mercê dos planos. Como projetos que pretendia fazer e que somente agora conseguiu realizar, estão incluso: caminhadas cinco vezes por semana, come menos gorduras e doces, mais frutas e verduras e bebe menos refrigerante e bebidas alcoólicas, tendo assim, tornado sua alimentação mais saudável. E também como se encontra em fase de estudos, relata que está tendo mais vontade de estudar. Além de tudo isso, que era buscado diretamente, indiretamente o paciente passou a não apresentar mais quadros diarréicos e nem formigamento nas mãos.

Baseado nisso, vimos que o objetivo específico que era tornar o paciente mais disposto, com mais força de vontade e maior iniciativa, foi alcançado, pois agora o paciente apresenta maior disponibilidade para fazer suas tarefas, tornando assim sua vida mais saudável e mais produtiva.

Em relação ao objetivo central do estudo, o qual deveríamos analisar se a acupuntura poderia auxiliar na melhora da força de vontade, notamos que é possível utilizá-la como forma de tratamento, neste sentido, pois a acupuntura quando utilizado adequadamente, ela traz benefícios que talvez nem sejam muito falados entre os ocidentais.

No ocidente temos a visão de que a acupuntura pode auxiliar apenas em tratamentos de dor aguda, porém neste estudo podemos perceber que a acupuntura é muito mais que isso, ela pode auxiliar em problemas que as pessoas as vezes, pensam ser por falta de personalidade, e não por um problema, sendo assim, isso nos aumenta ainda mais o leque de benefícios que a acupuntura pode trazer para a vida das pessoas, basta ter vontade de procurar alguém que possa ajudá-lo, porque muitas vezes não conseguimos resolver nossos problemas sozinhos e dividi-lo, procurando ajuda, não nos torna fracos, e sim guerreiros, pois quando se almeja a melhoria, então isso já o torna um vitorioso.

Orientado por Profa. Brena de O. B. Montanha.

Fonte: http://www.cetn.com.br/artigos/um-passo-para-o-sucesso-pessoal-/20120228115554_U_195

 

Rua Gonçalves Dias, nº. 109 Pio Correa - Criciúma/SC