Aliança do Yoga

Este Centro possui Professores Filiados na Aliança do Yoga

Textos

Tratando a Ciatalgia: Comparando os Efeitos do Haihua e a Acupuntura Sistêmica

AMANCIO L. C. R.
Artigo elaborado através do trabalho de conclusão de curso CETN - Bauru - 2012.

1- INTRODUÇÃO
A acupuntura tem apresentado bons resultados uma vez que seu efeito parece estar relacionado à liberação de vários neurotransmissores que por sua vez inibem ou excitam as sinapses (Yamamura et al, 1995), proporcionando significante melhora dos sintomas apresentados em curto espaço de tempo, bons resultados são obtidos com o uso da acupuntura no alívio da dor.
A dor na Medicina Chinesa é o distúrbio entre o Yin e Yang, estagnação do Qi e Xue (sangue).

2. JUSTIFICATIVA
A dor é a causa principal das pessoas procurarem tratamento, e como a ciatalgia afeta a pessoa na sua mobilidade e fazendo com que a mesma sinta dor e "paralisia corpora"l, então o estudo dos benefícios terapêuticos do tratamento com HAI HUA e Acupuntura Sistêmica, ou seja, usando uma técnica não invasiva e uma invasiva respectivamente. A acupuntura reduz rapidamente o tratamento desta patologia.

3. OBJETIVOS

3.1 Geral

Fazer a comparação da efetividade analgésica e da melhora da capacidade funcional com o tratamento da Acupuntura Sistêmica e o tratamento com o Hai Hua.

3.2 Específicos

Aplicar a técnica de Hai Hua e Sistêmica com o tratamento da ciatalgia;
Levantar as respostas do tratamento aplicado no alívio da sintomatologia álgica;
Determinar o número de sessões necessárias para esse tratamento.

4. DESENVOLVIMENTO
4.1 A Ciatalgia na Visão Ocidental
A lombalgia é a dor que ocorre nas regiões lombares inferiores, essa dor que se irradia para uma ou ambas as nádegas e/ou para as pernas na distribuição do nervo ciático (dor ciática - ciatalgia).

A ciatalgia é a dor caracterizada por uma sensação de queimação, fisgadas, dormência e falta de sensibilidade; é uma dor desesperadora e insuportável para quem sente.

A dor ciática acomete homens e mulheres, mais comum a partir dos trinta anos. Onde os excessos como sobrecarga de exercícios e de peso são mais freqüentes e com o avanço da idade, é ainda mais fácil adquirir uma dor ciática, decorrente de um mau jeito, inflamações no próprio nervo e condições emocionais podem se agravar e elevar à dor.

As crises dolorosas geralmente apresentam-se em um ciclo de dor que duram alguns dias, podendo em alguns casos tornar-se constante ou desaparecer, retornando depois de algum tempo.

Durante a crise dolorosa, a permanência em alguma forma de postura, seja sentado ou em pé, provoca o aparecimento da dor. A persistência dos sintomas ocasionalmente passa a ser um fator extremamente limitante sob o ponto de vista social, afetivo ou profissional, gerando grandes distúrbios secundários, como os de ordem emocional.

A ciatalgia pode ser influenciada por deficiência ou má qualidade crônica do sono, fadiga, falta de exercícios e fatores psicossociais. A percepção e o relato da dor pelo paciente e o grau resultante de disfunção e incapacidade são dependentes desses fatores, assim como a resposta do paciente ao tratamento.

O tratamento da ciatalgia é direcionado ao alívio das causas e podem incluir perda de peso, exercícios para melhorar o tônus e a resistência musculares e melhora da postura.

Os analgésicos podem ser utilizados para aliviar a dor, porém o uso crônico de narcóticos opióides deve ser evitado. A injeção nos tecidos moles com corticosteróides e anestésicos locais pode propiciar alívio da ciatalgia.

A aplicação de frio e/ou calor, a realização de massagens e alguns programas de exercícios - visando o fortalecimento dos músculos da região lombar, o aumento da sua flexibilidade e a melhoria da postura - fazem da fisioterapia e Pilates um instrumento útil em certos casos de ciatalgia.
Algumas pessoas, principalmente com ciatalgia, obtêm alguma melhoria sintomática com a realização de várias sessões de acupuntura.

5 - MATERIAIS E MÉTODOS

O tratamento constituiu de 15 sessões de acupuntura, com duração de 30 minutos, com as agulhas descartáveis de acupuntura da marca DONGBANG tamanho 0,25X30 mm, foi realizado no período de Maio de 2011 até Outubro de 2011. Sendo que foi realizada somente uma sessão por semana, uma sessão de tratamento terapêutico sistêmico e outra de tratamento terapêutico com o Hai Hua.

Quando foi associado os dois tratamentos foi colocado primeiramente as agulhas para depois o uso do Hai Hua.

Para assepsia do local foi usado algodão embebido em álcool 70%; foi verificado a voltagem do aparelho e sempre foi umedecido com gase e água o eletrodo utilizado sendo que cada estimulo teve duração de dois a cinco minutos quando utilizado somente o Hai Hua e duração de um minuto quando associado o Hai Hua ao tratamento sistêmico.

O paciente foi submetido a uma avaliação inicial com os dados de identificação, anamnese que continha a queixa principal, história da doença atual, história pregressa, história social, medicações, estado geral, sono e perfil emocional.

Foram selecionados os seguintes pontos no tratamento:

- B23, R3, R6, R7,VG4, B54, B64, B62, B25

6- REPRESENTAÇÃO GRÁFICA DO RESULTADO

Imagem

7- CONCLUSÃO

Ao término das sessões, o paciente relata melhora do quadro álgico e capacidade funcional, tratados com acupuntura, através da técnica Sistêmica e o uso do Hai Hua, notando grande progresso tanto para dor quanto para qualidade de vida e reestruturação da energia vital do paciente.

Notou-se também que quando tratado somente com o Hai Hua o paciente relatou grande melhora, com resposta bastante rápida, no entanto quando associado ao Tratamento Sistêmico foi bem sucedido esse tratamento quando se diz respeito à dor.

Orientado por Profª Brena de O. B. Montanha.

Fonte: http://www.cetn.com.br/artigos/tratando-a-ciatalgia-comparando-os-efeitos-do-haihua-e-a-acupuntura-sistemica/20120306092934_C_641

 

Rua Gonçalves Dias, nº. 109 Pio Correa - Criciúma/SC