Aliança do Yoga

Este Centro possui Professores Filiados na Aliança do Yoga

Textos

Ásana: Arte Divina - Hermógenes

Ásana: Arte Divina
por Prof. Hermógenes

Hermógenes inicia em Autoperfeição com Hatha-Yoga as explicações dos ásanas, com o detalhamento da Saudação ao Sol. Porém, sua introdução e perspectiva sob os ásanas é tão importante, significativa e fundamental, que devidamente aplicada à prática, amplia o sentido da mesma, especialmente da Saudação. Assim, em seu texto, ele não aprofunda mais detalhes sobre o foco da consciência durante sua execução, porque o faz e detalha para todos os ásanas. Em outra seção do livro, ele novamente se refere à Saudação ao Sol, para indicar, em uma situação ideal, que se pratique durante a manhã, junto com o canto dos pássaros, como forma de despertar-se para o início da sessão e também de desobstrução das narinas. Podendo o praticante iniciar sua prática do período da tarde de outra forma.

Quando um ser humano cria uma obra de arte, em última análise, exprime seu pensamentos, seu sentimento, seu élan criador, sua inspiração, todo o seu eu, na matéria plasmável, nos sons ou nas cores. Uma obra de arte vale pelas qualidades do espírito que se exprimiu e também pela fidelidade com que a técnica possibilitou tal expressão.

Ao criar artisticamente, o homem assemelha-se ao Criador, e então experimenta infiniutde, perfeição e intensa emoção. algumas artes humanas mais do que outras são capazes de avizinhar o homem de Deus. As que mais se assemelham à divina arte de criar universos são: a) aquelas que consistem em transformar em cosmos aquilo que anteriormente era um caos, tal como Deus o fez; b) aquelas em que o artista está imanente na obra, pois Deus também imanente no mundo; e c) aquelas em que o espírito criador não é diferente da matéria plasmável através da qual ele se expressa, pois, também Deus, por seu espírito (Purusha), modelou, ordenou e vivificou seu próprio corpo (Prakriti), a natureza.

A arte dos ásanas é por excelência uma das que nos fazem semelhantes ao Criador, pois consiste, quando perfeita, em plasmar “com o corpo” o modelo que amente concebe e o sentimento anima. Quando em ásana, o espírito, que é o obreiro, confunde-se com o corpo, que é a própria obra. O praticante é então causa material e simultaneamente causa eficiente.

Segundo o filósofo brasileiro Farias Brito, o universo é Deus pensando. Em verdade, as leis que regem os fenômenos e a ordem que sustenta sua multifária estrutura imensa nos revelam a mente de Deus. Tanto assim é que se Ele deixasse de pensar no universo, este se extinguiria, retornando ao primitivo caos. Também sob esse aspecto, o praticante de ásanas deve imitar seu Criador. enquanto sustenta determinada pose, deve nela pensar. Deve pensar ou na disposição e estado de seus músculos, órgãos e articulações, ou no modelo mental que expressa, ou nas consequências psicossomáticas dela decorrentes.

...Em resumo, um ásana, apesar de parecer simplesmente uma atitude do corpo, é muito mais do que isso, é uma expressão do homem holístico, manifestando-o em todos os seus níveis: no corpo, no pensamentos, na emoção, na ação, no corpo sutil e no espírito.

Assim como um ásana expressa um determinado estado de alma, reciprocamente, com o aperfeiçoamento desta arte, ao assumir determinado ásana, o praticante é induzido ao estado psicológico a ela ligado, como se fosse um psicotrópico, isto é, algo capaz de mover (trópico) a alma (psiquê).

A arte dos ásanas, com já vimos, é uma imitação da cosmogênese, mas também pode assemelhar-se à dança clássica. Como no balé, seus movimentos são harmoniosos, bonitos, lentos, suaves e leves. Ao iniciar o aprendizado, o praticante não consegue naturalmente movimentação harmônica, devido à rigidez do corpo sem treino. Lentidão, suavidade e elveza também só com o progresso vão sendo alcançadas. Tais atributoas dependem do grau de relaxamento a que se vai podendo submeter as partes anatômicas não envolvidas em cada postura.

Em virtude de admiravelmente afetar a vida orgânica, os ásanas são remédios para muitos males, mas exatamente pelo mesmo motivo, podem também danificar o corpo e acarretar distúrbios, se incorretamente executados, Assim é prudente que o praticante siga as instruções relativas a cada um e que atenda à exata dosagem, prevista nos programas semanais.

SURYANAMASKAR OU SAUDAÇÃO AO SOL

Entre os hindus, a “saudação ao sol (Surya é o sol)” é uma reverência ao astro-rei que nasce. Exercício de exótica beleza plástica, constitui preparo para os demais ásanas, em virtude de movimentar as várias seções da coluna, as pernas, os braços e os músculos abdominais.

Autoperfeição com Hatha-Yoga, p. 133

Acesse o Site:
http://yogahermogenes.blogspot.com.br/

 

Rua Gonçalves Dias, nº. 109 Pio Correa - Criciúma/SC